Notícia: Jethro Tull Revive Repertório Em Formato Clássico


ian-anderson-e-carducci-quartet

Ian Anderson (o nome por trás do Jethro Tull) lança no dia 24 de Março o disco ‘The String Quartet‘. Como o nome sugere, o disco traz o repertório do Jethro Tull em formato clássico: interpretado por um quarteto de cordas.

A ideia de gravar o repertório do Jethro Tull nesse formato veio de conversas que Ian teve com John O’Hara (tecladista da banda solo de Ian e também do Jethro Tull recentemente). A ideia se concretizou quando o duo viu uma apresentação do Carducci Quartet que é composto por Matthew Denton (violin), Michelle Fleming (violin), Eoin Schmidt-Martin (viola) e Emma Denton (violoncelo).

Ian Anderson, que já trabalhou diversas vezes com orquestras, comentou sobre o projeto:

“John (O’Hara) e eu trabalhamos diversas vezes com orquestrações e fizemos muitas apresentações com orquestras nos últimos quinze anos. Então há uns dois anos atrás, eu tive a ideia de gravar um disco apenas com um quarteto de cordas de uma maneira tradicional mas que soasse contemporânea mas que no entanto su só fizesse algumas participações. Eu havia percebido que músicas muito especiais do meu repertório como ‘A Christmas Song’, ‘Reasons For Waiting’ e ‘Wond’ring Aloud’ tinham quarteto de cordas nas gravações originais. Na verdade essas foram as minhas primeiras experiências trabalhando com um quarteto de cordas. O projeto tinha um clima intimista e foi especialmente memorável quando gravei alguns overdubs de flauta no meu escritório pessoal, que é tão especial pra mim.”

E ele conclui:

“Foi muito divertido trabalhar nesse projeto. O performance do Carducci Quartet é cheia de espírito e profissional, e sem isso o projeto teria sido fútil. E, eu tive que pagar o almoço somente uma vez porque eles sempre traziam sanduíches. Que benção.”

Sobre os arranjos, John explica:

“Me pareceu sem sentido apenas transcrever o que foi gravado originalmente e simplesmente dar as partes transcritas para cada um dos músicos do quarteto. Eu senti que tinha a responsabilidade de ir mais fundo e entregar a cada uma das novas releituras uma nova roupagem. O trabalho de um orquestrador é arranjar e compor uma nova versão para um trabalho já existente. No entanto, eu também senti que tinha uma responsabilidade para com os ouvintes da banda que apreciam esse material e que poderiam não gostar de versões radicalmente diferentes das músicas que eles já amam. Minha ambição foi criar um disco que provoca os sentidos mas que permanece fiel às composições de Ian.”

Depois de ter revisto todo o catálogo do Jethro Tull Ian e John decidiram nas faixas abaixo. Como são releituras das faixas originais Ian decidiu dar novos nomes a cada música:

the-string-quartet-2016Tracklist:
1. In The Past (Living In The Past) – do disco Stand Up (1969)
2. Sossity Waiting (Sossity: You’re a Woman/Reasons For Waiting) – dos discos Stand Up (1969) & Benefit (1970)
3. Bungle (Bungle In The Jungle) – do disco Warchild (1974)
4. We Used To Bach (We Used to Know/Bach Prelude C Major) – do disco Stand Up (1969)
5. Farm, The Fourway (Farm On The Freeway) – do disco Crest of A Knave (1987)
6. Songs And Horses (Songs From The Wood/Heavy Horses) – do discos Songs From The Wood (1977) & Heavy Horses (1978)
7. Only The Giving (Wond’ring Aloud) – do disco Aqualung (1971)
8. Loco (Locomotive Breath) – do disco Aqualung (1971)
9. Pass The Bottle (A Christmas Song) – do disco Living In The Past (1971)
10. Velvet Gold (Velvet Green) – do disco Songs From The Wood (1977)
11. Ring Out These Bells (Ring Out, Solstice Bells) – do disco Songs From The Wood (1977)
12. Aquafugue (Aqualung) – do disco Aqualung (1971)

‘The String Quartets’ foi gravado na cripta da Catedral de Worcester e na igreja de St Kenelm’s na Inglaterra e será lançado pela BMG nos seguintes formatos: CD, LP duplo (com o quarto lado vazio dedicado para uma arte impressa) e Digital. Além do Carducci Quartet, presente em todas as faixas, também participam do disco Ian Anderson (flauta, mandolim e voz) e John O’Hara (piano).

O disco está disponível em diversos formatos para encomenda pelo site de financiamento coletivo PledgeMusic NESSE LINK.

Assista abaixo um making of das gravações do disco:

Jethro Tull links:
Site
Facebook
Twitter
Amazon

Leia mais sobre o Jethro Tull no Progshine

Anúncios

Autor: Diego Camargo

Editor chefe do Progshine

2 comentários em “Notícia: Jethro Tull Revive Repertório Em Formato Clássico”

  1. Ver trabalhos “requentados” de clássicos do passado me dá um pouco de medo. A competência do Ian é inegável, mas esse tipo de álbum sempre levanta um cheiro de caça níquel. Espero que eu esteja errado!

    Curtir

    1. Eu concordo com você. Detesto esse tipo de projeto quando tem os próprios membros da banda envolvidos. Na música de fundo que dá pra ouvir no fundo me parece muito interessante, mas eu acho que os vocais deveriam ter ficado fora. Vamos ver no que vai dar.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s