Yes – Yes (Resenha Jefferson A. Nunes)


Resenha: Jefferson A. Nunes

Nota: 

Banda: Yes
Disco: Yes
Ano: 1969
Selo: Atlantic
Tipo: Estúdio

Faixas:
1. Beyond And Before – 4’50
2. I See You – 6’33
3. Yesterday And Today – 2’37
4. Looking Around – 3’49
5. Harold Land – 5’26
6. Every Little Thing – 5’24
7. Sweetness – 4’19
8. Survival – 6’01

Formação:
Jon Anderson – voz
Chris Squire – baixo e vocais
Tony Kaye – teclados
Bill Bruford – bateria
Peter Banks – guitarra

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Resenha:
1. Beyond And Before
Geralmente costumo ouvir as bandas na ordem cronológica dos lançamentos, por que acho que assim consigo ter uma noção melhor da evolução dos músicos com o passar do tempo. Pois bem. Não conhecia nada de Yes há alguns meses e comecei com a banda do início, como deve ser.
Coloquei o o primeiro disco, de 1969, pra rodar sem saber muito bem o que esperar. E nas primeiras notas tocadas gostei do que ouvi.
A música começa com uma nota de guitarra tocada de forma repetida, e que, apesar da simplicidade, surpreende pelo resultado obtido. É seguido de uma melodia cheia de vocais sobrepostos (algo comum no som da banda) que apesar de ainda ter um tom ingênuo já mostra os moldes do que o Yes e o Rock Progressivo de uma forma geral iriam se tornar alguns anos depois.
O refrão é “pegajoso”, com melodias fantásticas, mais influenciadas por uma guitarra tocada com grande profissionalismo e suingue, e que, mesmo sem recursos de Distorções já mostram um som pesado e dinâmico.

2. I See You
Que baaaaita som! A levada rápida do início, que eu achei mais parecida com um Jazz, dá lugar a uma composição mais plácida nas estrofes, e pesada e pulsante nos refrões. Tem solos muito bons de guitarra, como o que começa em 2:24, e que já mostram o imenso bom gosto dos músicos.
O segundo solo dá uma acalmada na música, deixando ela mais parecida na batida com um Jazz tradicional, clima esse que dura até 4:51, quando um solo de maior agressividade começa, transformando a música quase em um Hard Rock. Pra mim é a melhor do disco indiscutivelmente.

3. Yesterday And Today
Extremamente calma, é mais voltada para o vocal suave de Jon Anderson. É acompanhado por lindas linhas de piano e por um violão preciso. Permanece assim durante toda a composição, tendo uma linha de piano mais proeminente no final.

4. Looking Around

Pesada e pulsante, o som tem bastante influência dos teclados “martelados” de Tony Kaye, embora a guitarra seja de grande importância na formação do instrumental pesado. O baixista Chris Squire também se destaca muito bem. Termina de forma abrupta.

5. Harold Land
Segue o estilo das anteriores, mas com mais ênfase para o baixo. Tem partes mais obscuras nas estrofes, dominadas pelos teclados, e que culminam em vocais lentos e bonitos. A guitarra aparece menos, sendo que os teclados assumem a maior parte do som das estrofes. Tem vários momentos e mudanças vocais complexas.

6. Every Little Thing
Um grande destaque do disco, a dinâmica ‘Every Little Thing’ traz uma introdução bem interessante, que evolui até 2:05, quando começam vocais “pegajosos”, com uma melodia bem viciante. Tem solos de guitarra simples mas muito bons, que mostram a habilidade de Peter Banks nas 6 cordas.

7. Sweetness
Extremamente bonita, começa com uma linha de teclado que incorpora um baixo preciso e uma bela linha de violão, dando espaço depois para um vocal muito suave. Segue assim durante todo o tempo, ganhando força nos vocais do refrão, e voltando a ficar plácida nas estrofes.

8. Survival
Começa com uma linha de baixo F-A-N-T-Á-S-T-I-C-A, que traz uma das melhores introduções que já vi: bela, pesada e ao mesmo tempo calma e inebriante. É seguida por uma linha de violão que serve de base para um solo incrível de violão clássico e depois para o vocal suave característico da banda. O refrão é muito bom, e transforma essa música em uma pérola que encerra muito bem o primeiro disco de um dos maiores nomes da música Progressiva de todos os tempos. Linda!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s