2112 – Intro (Resenha Diego Camargo)


Resenha: Diego Camargo

Nota:

Banda: 2112
Disco: Intro
Ano: 1994
Selo: Bola Loma
Tipo: Estúdio

Faixas:
1. Centrales De Poder – 3′35
2. Souvenir – 4′12
3. 451 – 2′03
4. Desde El Trapecio – 5′50
5. Dalo Vuelta – 3′53
6. Analogías – 3′46
7. Payasos Asesinos Del Espacio Exterior – 5′21
8. Libre Del Bien Y El Mal – 6′53

Formação:
Lucho Passeri – voz e baixo
Juan Tambussi – guitarras
Sergio Moscatelli – bateria e percussão
Adrian Katz – teclados

Resenha:
1. Centrales De Poder

Riffs pesadões e teclados como base, os vocais entram e já sacamos qual o estilo, uma influência de Rush dos infernos mas com guitarras mais pesadas (Alex Lifeson é mais melódico). O vocal de Lucho com certeza será criticado por muitos, já que é bem ‘esganiçado’, mas quer saber? Eu adoro esses vocais! Possui um refrão muito cativante, e por cantarem em Espanhol chama muito a atenção. O solo entra em um clima mais ‘up beat’, e antes de o refrão voltar temos uma parte bem quebrada. A parte final é mais cadenciada, e acaba em fade (prática comum).

2. Souvenir
Sensacional a guitarra desse começo Juan Tambussi é um ótimo tecladista, o baixo de Lucho é sensacional também, linhas excelentes, essa canção é mais calma e bem contemplativa. Uma das partes fortes da banda são os refrões, sem dúvidas bem escritos. Depois de um curto solo de teclado calcado no som 70’s, a banda volta ao verso, as guitarras em muting e cheias de harmônicos. Belas passagens bem Rush. Quando o refrão volta um hilário teclado faz uma aparição. E a banda termina com órgão de igreja.

3. 451
Este instrumental é totalmente baseado nos temas instrumentais do Rush (um salve para ‘YYZ’), riff de guitarra e baixo, a bateria de Sergio Moscatelli emula Neal Peart com talento, e o baixo de Lucho faz um trabalho sensacional também. Na parte final da canção? Surpresa! Estranhamente um instrumental com gaita de fole (acho que simulada nos teclados), ficou muito bom.

4. Desde El Trapecio
Acho que a melhor do disco, ‘Desde El Trapecio’ tem instrumental apurada em sua introdução cheia de quebras, alguns teclados de ‘churrascaria’ (risos), e um hilariante cachorro no meio do verso! Sensacional! Quando o vocal entra, ele é cantado em cima de um instrumental todo quebrado e cheio de paradas, aqui Lucho se esgoela ao máximo, alguns podem achar irritante, eu acho sensacional. Uma parte muito bem elaborada e complexa logo depois de refrão. Em seguida volta um verso melódico, para que só então a melodia quebrada volte de maneira soberba. O vocal simulando a ‘queda’ do trapézio também é demais. Solo de teclado imitando flautas e tudo. E com certeza as guitarras são destaque pelo disco, a banda é realmente boa. O solo de guitarras duplicadas ficou excelente na última parte, melodia escolhida a dedo. Lucho e o vocal agudíssimo, guitarras, baixo marcado com a bateria, riff e fim. Muito bom.

5. Dalo Vuelta
Essa é bem Big Money, sabe aquela música de melodia marcante, mas instrumental todo quebrado? Alguns teclados e guitarras meio ‘baião’. E o refrão mais sensacional que eu já ouvi. É pop, mas não é! Sabem como é? Essa mistura sensacional. Depois do repeteco do baião o refrão volta só com bateria ao fundo, o que valoriza ainda mais, e um riff que me lembrou o Barão Vermelho dos bons tempos. O que temos a seguir? Um puta instrumental maravilhoso pro solo de Tambussi e o refrão de novo, uma canção quase perfeita.

6. Analogías
Uma quase balada, com percussão ao fundo e vocal a frente. Essa daqui eu achei bem balada anos 80 inclusive pelos timbres de teclado, mas sem nenhum ponto contra. O solo é melódico até não poder mais, muito bonito, enquanto a banda segura uma base muito boa. Em seguida o verso só com percussão e teclado ao fundo e mais vocais. No meio surpresa! Uma parte muito progressiva de teclado, pena que dura pouco, porque dá um toque especialíssimo, mas é por uma boa causa, para que as guitarras altamente influenciadas em Brian May (Queen), um dos poucos com essa influência, termine a canção magistralmente.

7. Payasos Asesinos Del Espacio Exterior
Começa com uma programação de sintetizador, e engana (risos), na verdade é puro Heavy Metal, travestido de progressivo, bem pesado mas cheio de melodia. Versos cheio de poder melódico e vocal mais ‘sério’. Depois de uma série de guitarras raivosas ouvimos o barulho da chuva e temporal, a guitarra volta de maneira mais calma, dedilhada, para dar corpo ao solo, cheio de percussões de todos os tipos ao fundo.

8. Libre Del Bien Y El Mal
Um começo todo angelical com o teclado, algumas passagens fortes, aquelas famosas paradas, a bateria cheia de tons daqueles minúsculos. Depois de uma série vocal, o telefone toca! Uma parte bem pesada entra em ação, cheia de riffs. E em seguida o sintetizador come solto, o que é sensacional! Adoro partes instrumentais como essa. Apesar de eu achar que o baixo foi mixado de maneira um tanto baixa, ele sempre tem passagens excelentes. O fim é uma zona instrumental sem o mínimo cuidado artístico (risos), todo mundo solando por conta própria sem nenhuma preocupação, o que eu achei muito interessante, pouca gente faz isso. Dá até pra ouvir umas falas ao fundo.

Conclusão:
Ainda lembro, fevereiro de 2006, eu tava de férias em Lages-SC (minha cidade Natal), passando por um dos únicos sebos da cidade descolei esse CD que eu imaginei uma coisa (pelo nome), mas na verdade era outra, mas isso nem é problemas pois é tão sensacional quanto. Imagino ser um disco difícil de se encontrar, pois nunca vi quase nada sobre a banda.
Então eu espero que vocês aproveitem e ouçam atentamente.
O mais engraçado foi ouvir minha irmã dizendo o seguinte enquanto eu ouvia o CD em casa. ‘Que legal o Rush gravou em Espanhol?’ (risos).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s