As Mais Longas Faixas Do Rock Progressivo (Parte 2) – Por Diego Camargo


Por Diego Camargo

Links de referência:
– Post Explicativo: AQUI
– Prelúdio: AQUI
– Parte 1: AQUI
– Parte 2: AQUI
– Parte 3: AQUI
– Parte 4: AQUI
– Grand Finale: AQUI

#30
Quem: Black Jester
Onde: The Divine Comedy
Faixa: Inferno
Quando: 1997
Relógio: 32’02
História pra boi dormir: Os Progressivos metaleiros descobriram um novo mundo a partir do Dream Theater, isso é um fato inegável e todos sabem, o grupo americano popularizou o gênero (um muito obrigado irônico a eles) que sempre nos presenteia com muita técnica, teclados de churrascaria, vocalistas castrati e quase sempre pouca originalidade.
O desconhecido Black Jester não é nenhuma diferença nesse mundo, influênciados pelo ‘mago maior’ (desde quando isso é elogio?) das guitarras Yngwie Malmsteen o grupo lançou em seu terceiro e último disco The Divine Comedy (1997) como um álbum conceitual com 3 faixas falando O Inferno de Dante (mais um) e ‘Inferno’ abre o mesmo com seus 32’02.


(Ouça completa no Grooveshark AQUI)
——————————————————————————

#29
Quem: Ghost
Onde: Tune In, Turn On, Free Tibet
Faixa: Tune In, Turn On, Free Tibet
Quando: 1999
Relógio: 33’55
História pra boi dormir: O Japão é um bom celeiro pra doidões. Sabendo disso podemos ir ao número 29 da lista sem receios. O Ghost foi formado em 1984 em Tóquio e ao que tudo indica, a loucura cobra o seu preço pois após esse que é o 6º disco do grupo, eles desfizeram a banda, tudo bem que voltaram em 2004 para gravar um novo disco, mas foi só.


(Não encontrei no Youtube nem no Grooveshark, essa faixa é do mesmo disco)
——————————————————————————

#28
Quem: Brighteye Brison
Onde: Believers & Deceivers
Faixa: The Grand Event
Quando: 2008
Relógio: 34’44
História pra boi dormir: Lembram o que eu falei sobre a Suécia na parte 1? Pois é, mais uma banda sueca. Em seu 3º disco o grupo lascou essa faixa de 34’44 e ainda no mesmo disco outra de 20’27.
O Brighteye Brison ainda tem outros 3 discos, o mais recente, The Magician Chronicles – Part I (2011) tem apenas 3 faixas (23’05/12’18/8’24), isso mostra que todo Prog de respeito grava em algum momento um parte 1 e outro parte 2 mais tarde com músicas bem longas! (risos)


(Ouça completa no Grooveshark AQUI)
——————————————————————————

#27
Quem: Manning
Onde: Charlestown
Faixa: Charlestown
Quando: 2010
Relógio: 35’10
História pra boi dormir: Guy Manning é um daqueles caras com sérios problemas, uma mistura de Frank Zappa, Rick Wakeman e Tangerine Dream mas ainda no começo. Desde 1999 o cara lançou 12 discos (carreira solo e com sua banda que leva o seu nome), mais participações na coletânea The Spaghetti Epic sob a alcunha de La Voce Del Vento, mais os discos que gravou com o The Tangent entre 2002 e 2010 (num total de 8), mais os discos de sua banda o Parallel Or 90 Degrees de 1996 até hoje (num total de 8). Temos ai entre 1996 e 2012 (16 anos) 28 discos.
O que falta para um cara que grava como doido? Óbvio, uma faixa de mais de 35 minutos num disco que tem 6 faixas!


(Não encontrei no Youtube, essa faixa é do mesmo disco. Ouça completa no Grooveshark AQUI)
——————————————————————————

#26
Quem: Humus
Onde: 4 Degrees
Faixa: Fatscope
Quando: 1997
Relógio: 35’43
História pra boi dormir: Começar um texto sobre uma banda que se chama Humus é bem complicado (em português menos polido húmus é bicho morto e bosta juntos num composto orgânico que serve de adubo, tá curioso? Google porra!).
Um dos poucos representantes vindos diretamente dos anos 80, tendo sido formada em 1987, mas que só começaria a gravar em 1992. O grupo terminou em 2000, mas voltou no ano passado com um disco chamado Happy Days Ahead (2011), que inclusive pode ser ouvido NESSE LINK.


—————————————————————————–

#25
Quem: Beardfish
Onde: Sleeping In Traffic: Part Two
Faixa: Sleeping In Traffic
Quando: 2008
Relógio: 35’44
História pra boi dormir: Ficando com a posição #25 por apenas um segundo está o Beardfish, e que pra surpresa geral é uma banda vinda da… Suécia! (O que é que tem na água desses caras?!?).
Como eu disse ali em cima, uma boa banda Prog grava uma parte 1 e… uma parte 2, claro! (Nada de parte 3, isso é ser pretensioso).
Um ano antes o Beardfish iniciou sua saga em dois capítulos, Sleeping In Traffic: Part One (2007), no ano seguinte nada mais natural que Sleeping In Traffic: Part Two (2008), pra completar uma faixa com mais de 35 minutos, sonho Progger. Ah, o disco é bom pra caralho!


——————————————————————————

# 24
Quem: Kotebel
Onde: Mysticae Visiones
Faixa: Mysticae Visiones
Quando: 2001
Relógio: 35’48
História pra boi dormir: Banda espanhola nascida de um projeto solo do tecladista e compositor Carlos Plaza. Em seu segundo disco Mysticae Visiones (2001) o Kotebel ainda era dominado por Carlos, que também toca baixo e bateria.
A banda acaba de lançar seu disco mais recente Concerto For Piano And Electric Ensemble (2012) (leia AQUI).


(Não encontrei no Youtube nem no Grooveshark, essa é uma versão ao vivo editada)
——————————————————————————

#23
Quem: Akacia
Onde: The Brass Serpent
Faixa: The Brass Serpent
Quando: 2005
Relógio: 36’15
História pra boi dormir: Grupo americano desconhecido que gravou apenas 3 discos já nos 00. The Brass Serpent (2005) é o segundo e tem apenas 4 faixas. Sinfônico como o bom Prog deve ser.


(Em 3 partes, Parte 2 AQUI e Parte 3 AQUI)
——————————————————————————

#22
Quem: Nil
Onde: Quarante Jours Sur Le Sinaï
Faixa: Acte 1
Quando: 2002
Relógio: 36’16
História pra boi dormir: A França vem representada nessa Parte 2 d’As Mais Longas Faixas Do Rock Progressivo com o grupo Nil, que gravou 4 discos entre o final dos anos 90 e a metade dos 00.
Quarante Jours Sur Le Sinaï (2002) é o terceiro disco do grupo e relembra os anos 70, já que traz apenas duas faixas, Acte 1 (36:16) e Acte 2 (26:42).

——————————————————————————

#21
Quem: Malaavia
Onde: Danze D’incenso
Faixa: Sequenza Terza: Tra Balsami d’Incenso
Quando: 2004
Relógio: 38’35
História pra boi dormir: A Itália, outrora tão poderosa no mundo Progressivo, não faz jus de todo poderio setentista até o momento em nossa lista. O Malaavia é um dos poucos a se arriscar em grandes terrenos. Este é o primeiro disco dessa banda (que só lançou dois até agora) e é um bem ousado, com apenas 3 faixas em pouco mais de 63 minutos de música.


——————————————————————————

Espero que tenham gostado e comentem! A Parte 3 está AQUI!

4 comentários em “As Mais Longas Faixas Do Rock Progressivo (Parte 2) – Por Diego Camargo”

  1. Caramba, desse post só conheço o Beardfish.
    E essa música deles é realmente muito foda, puta que pariu. Aliás, esse álbum todo é bom. Outra faixa marcante dele é a South of the Border (vejam a letra).

    Curtir

    1. Danilo, essa é a beleza dessas listas na minha opinião, acaba fazendo a gente procurar outras bandas e quem sabe achar uma ‘banda favorita’ ai no meio.

      E realmente, esse disco do Beardfish é fantástico 🙂

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s