As Mais Longas Faixas Do Rock Progressivo – Parte 3 (Por Diego Camargo)


Por Diego Camargo

Links de referência:
– Post Explicativo: AQUI
– Prelúdio: AQUI
– Parte 1: AQUI
– Parte 2: AQUI
– Parte 3: AQUI
– Parte 4: AQUI
– Grand Finale: AQUI

#20
Quem: Maxwell’s Demon
Onde: Prometheus
Faixa: Prometheus
Quando: 2001
Relógio: 38’41
História pra boi dormir: Banda americana, e bem inusitada, um projeto iniciado por dois estudantes de Engenharia Elétrica da Univerdade do Arizona. Influenciados por King Crimson e Änglagård o primeiro disco do conjunto (coisa do meu avô, isso sim é Prog!) gravou em seu primeiro disco uma única faixa, ‘Prometheus’ e por isso levou o 20º lugar da lista!
Em tempo, a capa é disparada a mais feia de toda lista!

(Não encontrei no Youtube nem no Grooveshark, um trecho pode ser ouvido AQUI)
——————————————————————————

#19
Quem: Quaterna Réquiem
Onde: Quasímodo
Faixa: Quasímodo
Quando: 1994
Relógio: 38’59
História pra boi dormir: O primeiro participante brasileiro da lista! Tinha mesmo que ser o Quaterna Réquiem, banda carioca formada em 1986 pelos irmãos Elisa Wiermann (teclados) e Cláudio Dantas (bateria) e a mais sinfônica de todas as já surgidas no Brasil. Quasímodo (1994) é o segundo disco do grupo e é um belíssimo exemplo de qualidade nacional. Recomendado!


——————————————————————————

#18
Quem: Ashra
Onde: The Making Of
Faixa: Pas De Trois
Quando: 2002
Relógio: 39’12
História pra boi dormir: O Ashra nada mais é do que a segunda encarnação do Ash Ra Tempel (o nosso #35 da lista) e tomou forma a partir de 1977. The Making Of (2002) é o capítulo final do grupo já que é o último disco lançado. Pra celebrar eles lançaram esse álbum triplo onde ‘Pas De Trois não está sozinha (veja mais na parte 4).
No disco 3 temos o nosso número 18, ‘Pas De Trois’ com 39’12.

(Não encontrei no Youtube nem no Grooveshark, essa é a versão original de 1979)
——————————————————————————

#17
Quem: Edge Of Sanity
Onde: Crimson
Faixa: Crimson
Quando: 1996
Relógio: 40’00
História pra boi dormir: Adivinhem? Suécia, é claro! O Edge Of Sanity é outro projeto solo que virou banda, nesse caso a mente criativa era o vocalista e multi-instrumentista Dan Swanö. Ele deixou a banda após a dobradinha Infernal (1997) e Cryptic (1997). A banda encerrou suas atividades logo em seguida. Sabe-se lá por que, em 2003 ele reviveu o Edge Of Sanity sem a banda, apenas para gravar a continuação do disco que nos interessa nessa lista.


——————————————————————————

#16
Quem: Höstsonaten
Onde: Höstsonaten
Faixa: Höstsonaten
Quando: 1996
Relógio: 41’21
História pra boi dormir: Lembram de quando eu escrevi sobre o Guy Manning na parte 2? O Höstsonaten nasceu de um cara italiano que segue os mesmos passos, Fabio Zuffanti. Fabio é o mentor de mil projetos progressivos diferentes como Finisterre, La Machera Di Cera, Aries, LaZona o próprio Höstsonaten e a Ópera Rock Merlin (isso sem contar no mínimo mais 6 bandas e sua carreira solo). Num total aproximado de 40 discos em cerca de 20 anos! No disco de estreia desse projeto ele foi logo ao extremo gravando a faixa título com mais de 41 minutos.


——————————————————————————

#15
Quem: Yakuza
Onde: Way Of The Dead
Faixa: 01000011110011
Quando: 2001
Relógio: 43’25
História pra boi dormir: O Yakuza apesar do nome, é americano, e foi formado em 1999. A banda toca um Metal Progressivo, mas não no estilo que estamos acostumados, já que mistura Post-Hardcore, Avant-Garde Metal e Metalcore em sua salada sonora.
Way Of The Dead (2002) é o segundo disco do quarteto que tem em sua formação o uso inusitado do saxofone.


——————————————————————————

#14
Quem: A Triggering Myth
Onde: Forgiving Eden
Faixa: Forgiving Eden
Quando: 2002
Relógio: 43’32
História pra boi dormir: Grupo americano com um pé no Avant-Garde e um pé no Rock Progressivo Sinfônico. Diversas foram as formações do grupo desde sua formação em 1989, mas a base sempre foi Rick Eddy (teclados e guitarras) e Tim Drumheller (teclados). O A Triggering Myth foi ativo de 1990 a 1998 tendo lançado 4 discos, foi quando deu uma pausa de 4 anos e voltou com Forgiving Eden (2002) com uma única faixa. Um último disco ainda foi lançado outros 4 anos depois, inclusive com o grande baixista Michael Manring na formação, no entanto não se tem mais notícias do grupo.

(Não encontrei completa no Youtube, pode ser ouvido no Grooveshark na íntegra AQUI)

——————————————————————————

#13
Quem: Trespass
Onde: The Final Act
Faixa: Coto Lyrics (Crew Of The Orion)
Quando: 1989
Relógio: 43’52
História pra boi dormir: Com esse nome é um tanto óbvio certo? Banda alemã totalmente influenciada por Genesis, inclusive em suas apresentações ao vivo, que também incluiam cenas teatrais e fantasias.
No entanto como a maioria das bandas influenciadas por Genesis, o Trespass entra na linha do Neo Prog, some isso aos anos 80 e vocês terão um resultado não tão satisfatório.
No único disco da banda The Final Act (1989) temos apenas 3 faixas.

(Como toda boa banda obscura nada foi encontrado deles no Youtube nem no Grooveshark)
——————————————————————————

#12
Quem: Floating State
Onde: Thirteen Tolls At Noon
Faixa: Pilgrimage To Nowhere
Quando: 2003
Relógio: 44’11
História pra boi dormir: Foi só falar que os italianos não estavam participando muito até a parte 2 que nessa terceira temos 2 representantes da bota.
Formados em 1995 e tendo apenas esse disco gravado (como na tradição italiana dos anos 70), o Floating State volta do estúdio com um álbum contendo 5 faixas sendo que a da lista ‘Thirteen Tolls At Noon’ tem 44’11 e a segunda faixa ‘White Flower’ tem outros 21’59.


(Não encontrei no Youtube nem no Grooveshark, essa é uma faixa do mesmo disco)
——————————————————————————

#11
Quem: Vulgar Unicorn
Onde: Under The Umbrella
Faixa: Under The Umbrella
Quando: 1995
Relógio: 44’28
História pra boi dormir: Nome de banda Progressiva nem sempre é bom ou ‘explicável’, agora ‘Unicórnio Vulgar’ é realmente algo no mínimo estranho (risos).
Vindos da terra do Rock Progressivo (a Inglaterra, claro), e tendo lançado 5 discos entre 1995 e 2005 suas influências navegam entre Pink Floyd e Camel, ou seja, o lado mais melancólico e melódico do Prog.
Se o #20 ganha como capa mais feia de toda a lista o Vulgar Unicorn ganha como Discografia inteira com as capas mais feia da lista (veja AQUI). Under The Umbrella (1995) é o disco de estreia do trio Neil Randall (teclados, baixo e vocais), Adrian Soord (guitarras e vocais) e David Hutchfield (bateria).


——————————————————————————

Mais uma vez agradeço a leitura e os possíveis comentários! A Parte 4 você lê AQUI.

Anúncios

2 comentários em “As Mais Longas Faixas Do Rock Progressivo – Parte 3 (Por Diego Camargo)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s