Gary Moore: Lendário Guitarrista É Encontrado Morto


Por Henrique Inglez de Souza

O mundo do rock e do blues perdeu um de seus melhores e mais cativantes guitarristas no último fim de semana. O lendário Gary Moore, que estava com 58 anos, foi encontrado morto em um quarto de hotel na Espanha. As causas da morte ainda não foram reveladas.

As informações são da rede britânica BBC, que conversou com Adam Parsons, empresário da banda Thin Lizzy, da qual Moore fez parte. O músico estava de férias e foi encontrado já sem vida nas primeiras horas do domingo (6).

Irlandês de Belfast (Irlanda do Norte), Gary Moore começou a carreira no final dos anos 1960, no Skid Row (que não tem nenhuma ligação com a ex-empreitada de Sebastian Bach). Dessa banda também fazia parte o amigo vocalista e baixista Phil Lynott, que montaria no início da década seguinte o Thin Lizzy.

O guitarrista também fez parte do Thin Lizzy, em duas ocasiões. A mais produtiva delas aconteceu entre os anos de 1978 e 1979, quando gravou seu único álbum completo com a trupe, o poderoso Black Rose (1979).

O foco principal da carreira de Moore, porém, era a sua jornada solo, com a qual edificou a principal e mais significativa parte de sua obra. Entre algumas das músicas que deixou para a história estão ‘Parisienne Walkways’, ‘Out in the Fields’ (que contou com o velho chapa Phil Lynott), ‘Over the Hills and Far Away’ e aquele que é o seu grande sucesso radiofônico, ‘Still Got The Blues’.

O blues era uma de suas grandes paixões. Moore lançou ótimos registros desse gênero – vide seus últimos álbuns –, além de registrar passagens memoráveis pelo emblemático Montreux Jazz Festival. De suas gravações e trabalhos em outros projetos, o guitarrista tocou com feras do naipe de B.B. King e Albert King.

Seu disco de estúdio mais recente é Bad For You Baby (2008), lançado em 2008.

Site
Fonte

Anúncios