Lista: 10 Clássicos Do Prog Moderno – Parte 2


10-classicos-do-prog-moderno-parte-2

Por Diego Camargo

Seguindo com a nossa série ’10 Clássicos Do Prog Moderno’ trago hoje para vocês a parte 2!
Continue Lendo “Lista: 10 Clássicos Do Prog Moderno – Parte 2”

Anúncios

Lista: Os 50 Melhores Disco De 2016 De Acordo Com O Rate Your Music – Parte 2


melhores-2016-2Por Diego Camargo

Dando continuidade à lista aqui está a parte 2. Continue Lendo “Lista: Os 50 Melhores Disco De 2016 De Acordo Com O Rate Your Music – Parte 2”

Você Conhece A Série Romantic Warriors?


Para aqueles mais desligados, eu explico do que se trata a série Romantic Warriors.

Essa é uma série de DVDs da produtora independente Zeitgeist Media que teve início em 2011. Romantic Warriors I – A Progressive Music Saga é um documentário mais do que preciso e interessante sobre o novo Rock Progressivo. Nada de madalhões. Conhece as bandas: Cabezas De Cera (México), Cheer-Accident (EUA), Deluge Grander (EUA), D.F.A. (Itália), Karmakanic (Suécia), La Maschera Di Cera (tália), Oblivion Sun (EUA), Phideaux (EUA), Qui (Japão) e Rob Martino (EUA)? Não? Esse é o barato do DVD, falar de um novo mundo de um gênero ao qual todos nós deixamos de conhecer desde os anos 80. Todos eles são elementos chaves do primeiro documentário que pode ser comprado AQUI.

Romantic Warriors I – A Progressive Music Saga inclusive, ganhou o Bronze Peer Award em 2011 como melhor documentário. Esse que vos escreve atesta com a caixinha na mão, o DVD é ótimo. Ainda duvida? Abaixo o trailer:

Agora, José Zegarra Holder e Adele Schmidt, os dois autores do filme, se concentram na segunda parte Romantic Warriors II – About Rock in Opposition. Como o nome sugere, no segundo volume da série a dupla foca no ‘temido’ sub-gênero RIO.

O estilo teve início a partir de 1978 com o primeiro RIO Festival em Londres e teve como slogan: “Cinco grupos de rock que nenhuma gravadora quer que você ouça.” É nele que o novo documentário foca sua história. Bandas como:  Aranis (Bélgica), Guapo (Inglaterra), Hamster Theater (EUA), Magma (França), Miriodor (Canadá), Present (Bélgica), Ruins Alone (Japão), Sleepytime Gorilla Museum (EUA), Thinking Plague (EUA), Univers Zero (Bélgica), Yugen (Itália), Etron Fou Leloublan (França), Stormy Six (Itália), Samla Mammas Manna (Suécia) e Henry Cow (Inglaterra) são algumas das bandas que estarão presentes.

O projeto está sendo financiado através do já conhecido sistema ‘crowdfunding’ através do site Indie Go Go, e apesar de estar quase alcançando seu objetivo, ainda é possível participar e receber uma variedade de prêmios, dependendo do valor da colaboração, NESSE LINK.

Pra ajudar a divulgar o novo filme um trailer já está pronto:

Site
Facebook

Entrevista: Jonas Reingold (The Flower Kings & Karmakanic)


Por Diego Camargo
Agradecimentos: Luiz Szikora (de Sorocaba) por fazer o ‘meio-campo’ e me colocar em contato com Jonas.

Jonas Reingold é mais conhecido como o baixista da banda sueca The Flower Kings, mas o músico já fez parte de diversas outras bandas e projetos, incluindo sua própria banda o Karmakanic. Atualmente ele também tem o seu próprio selo o Reingold Records. Continue Lendo “Entrevista: Jonas Reingold (The Flower Kings & Karmakanic)”

Karmakanic Lança Seu 4º Disco, In A Perfect World


A banda sueca Karmakanic acaba de lançar seu disco mais recente pela InsideOut Music. In A Perfect World (2011) foi lançado no dia 25 de Julho e é o 4º disco de estúdio do grupo capitaenado pelo baixista do The Flower Kings, Jonas Reingold.
In A Perfect World (2011) traz 7 faixas e a primeira leva vem em formato digipack com uma faixa bônus e um vídeo.

O tracklista de In A Perfect World (2011) é o seguinte:
1. 1969 – 14’12
2. Turn It Up – 6’53
3. The World Is Caving In – 8’58
4. Can’t Take It With You – 5’42
5. There’s Nothing Wrong With The World – 7’22
6. Bite The Grit – 4’57
7. When Fear Came To Town – 9’54
BONUS
8. Turn It Up (Radio Edit) – 4’39
9. VIDEO: Send A Message From The Heart (recorded live in the studio) – 22’34

A formação do Karmakanic para In A Perfect World (2011) é Jonas Reingold (baixo, guitarras, teclados e vocais), Göran Edman (voz), Marcus Liliequist (bateria), Lalle Larsson (teclados e vocais), Nils Erikson (vocais e teclados) e Krister Jonsson (guitarras e violões). O grupo conteou com a participação de Inger Ohlén nos vocais das faixas ‘1969’ e ‘The World Is Caving In’.

Para comprar In A Perfect World (2011) basta acessar ESSE LINK.

Myspace

Leia outras notícias sobre o Karmakanic

Karmakanic Lança Seu 3º Disco: Who’s The Boss In The Factory


Por Lizandra Pronin

O Karmakanic, infelizmente, não é muito conhecido por aqui. Ainda que a Hellion Records tenha lançado seus dois primeiros álbuns em terras brasileiras, o público não necessariamente tomou conhecimento do grupo. Uma pena, já que se trata de uma grande banda.

Who’s The Boss In The Factory (2008) é o 3º álbum dos suecos. A sonoridade progressiva se sobressai na música do Karmakanic: é possível encontrar no trabalho referências a Pink Floyd, Dream Theater, Yes e até Genesis. Há uma mistura saudável e harmônica de elementos do jazz, criando uma fusão interessante entre o erudito e o popular.

Bom, nem tão popular, no sentido de agradar às massas já que Who’s The Boss In The Factory (2008) é um disco ousado. A banda não receia em dar às composições o valor de arte que julga que elas mereçam, desprezando o aspecto comercial do lançamento. O resultado? As canções são longas, sinfônicas e épicas: a faixa que abre o álbum, por exemplo, ultrapassa os 19 minutos.

O grande mérito da banda, mais do que a qualidade técnica dos músicos, é saber inserir em meio a passagens quebradas, mudanças de andamento e solos virtuosos, o sentimento que faz da música mais do que só entretenimento. O Karmakanic fala à emoção.

A faixa mais intensa é sem dúvida a bonita “Eternally”, partes I e II, quando Jonas Reingold faz uma homenagem aos pais, falecidos num acidente de carro em 2007. “Eternally Part II” é a canção mais arrastada do álbum e talvez não agrade a todos os fãs. As demais 4 faixas merecem destaque e uma audição cuidadosa.

O Karmakanic surgiu em 2002 quando o baixista Jonas Reingold, do The Flower Kings, decidiu criar um projeto paralelo. A banda hoje conta com Göran Edman (voz), Lale Larson (teclado), Krister Jonsson (guitarra) e Zoltan Csörsz (bateria), além de Reingold.

Faixas do álbum:
1. Send A Message From The Heart – 19’28
2. Let In Hollywood – 4’53
3. Who’s The Boss In The Factory? – 13’04
4. Two Blocks From The Edge – 9’51
5. Eternally Part I – 1’51
6. Eternally Part II – 6’21

Site
Karmakanic Myspace
Fonte

Leia outras notícias sobre o Karmakanic