Notícia: Magma Se Apresenta no Brasil Pela Primeira Vez em Novembro


O grupo Francês Magma vem à América do Sul para 4 shows com sua turnê ‘The Reset Tour 2017’.
Continue Lendo “Notícia: Magma Se Apresenta no Brasil Pela Primeira Vez em Novembro”

Anúncios

Notícia: Magma Relança Disco Ao Vivo Com Faixas Bônus Em Versão Remasterizada


O grupo Francês Magma acaba de relançar o seu disco ao vivo de 1975 ‘Live’ em uma versão remasterizada e com faixas bônus.
Continue Lendo “Notícia: Magma Relança Disco Ao Vivo Com Faixas Bônus Em Versão Remasterizada”

Notícia: Magma Relança Trilha Sonora De Tristão E Isolda Com Bônus


Em 1974 o Magma entrou em estúdio para gravar a trilha sonora para o filme Tristão E Isolda, dirigido por Georgio Gomelsky. O disco com a trilha sonora foi lançado como um disco solo do líder da banda Christian Vander, apesar de ter toda a banda nas gravações. Continue Lendo “Notícia: Magma Relança Trilha Sonora De Tristão E Isolda Com Bônus”

Magma: Novo Disco Do Grupo, Félicité Thösz, Sai Em Junho


O Magma, grupo francês, é lendário. Criado por Christian Vander em 1969, vocalista e baterista do grupo, eles nada mais nada menos inventaram um sub-gênereno, o Zeuhl, e também uma língua própria para suas letras, o Kobaïan.

O grupo foi altamente ativo entre 1970 e 1984 quando entrou em pausa, em 1986 Christian fundou o próprio selo, Seventh Records, dessa maneira podia relançar o material do grupo e também publicar uma série de discos ao vivo entre 1992 e 1996. Em 2004 o Magma retornou aos palcos e ao estúdio, tendo lançado discos regularmente, o mais recente é Félicité Thösz (2012), programado para ser lançado no dia 17 de Junho, pela Seventh Records, é claro.

Félicité Thösz (2012) é um disco curto, tem como tema central uma sinfonia de pouco mais de 28 minutos dividida em 10 partes e uma peça de encerramento. Confira:
Félicité Thösz – 28’06
1. Ëkmah – 2’39
2. Ëlss – 1’11
3. Dzoï – 2’27
4. Nüms – 1’51
5. Tëha – 5’15
6. Waahrz – 4’03
7. Dühl – 1’19
8. Tsaï! – 3’41
9. Öhst – 4’53
10. Zahrr – 0’49
11. Les Hommes Sont Venus – 4’18

O Magma nas gravações de Félicité Thösz

Gravado entre Setembro de 2011 e Abril de 2012 no estúdio Uz na França, Félicité Thösz (2012) traz além de Christian Vander (voz, bateria e teclados), uma série de músicos: Stella Vander (voz), Isabelle Feuillebois (voz), Hervé Aknin (voz), Benoît Alziary (vibrafone), James Mac Gaw (guitarra), Bruno Ruder (piano), Philippe Bussonnet (baixo), Sandrine Destefanis, Sylvie Fisichella e Marcus Linon (coro).

O disco já se encontra em pré-venda AQUI e é possível ouvir um trecho do disco NESSE LINK.

Site
Myspace

Leia outras notícias sobre o Magma

Você Conhece A Série Romantic Warriors?


Para aqueles mais desligados, eu explico do que se trata a série Romantic Warriors.

Essa é uma série de DVDs da produtora independente Zeitgeist Media que teve início em 2011. Romantic Warriors I – A Progressive Music Saga é um documentário mais do que preciso e interessante sobre o novo Rock Progressivo. Nada de madalhões. Conhece as bandas: Cabezas De Cera (México), Cheer-Accident (EUA), Deluge Grander (EUA), D.F.A. (Itália), Karmakanic (Suécia), La Maschera Di Cera (tália), Oblivion Sun (EUA), Phideaux (EUA), Qui (Japão) e Rob Martino (EUA)? Não? Esse é o barato do DVD, falar de um novo mundo de um gênero ao qual todos nós deixamos de conhecer desde os anos 80. Todos eles são elementos chaves do primeiro documentário que pode ser comprado AQUI.

Romantic Warriors I – A Progressive Music Saga inclusive, ganhou o Bronze Peer Award em 2011 como melhor documentário. Esse que vos escreve atesta com a caixinha na mão, o DVD é ótimo. Ainda duvida? Abaixo o trailer:

Agora, José Zegarra Holder e Adele Schmidt, os dois autores do filme, se concentram na segunda parte Romantic Warriors II – About Rock in Opposition. Como o nome sugere, no segundo volume da série a dupla foca no ‘temido’ sub-gênero RIO.

O estilo teve início a partir de 1978 com o primeiro RIO Festival em Londres e teve como slogan: “Cinco grupos de rock que nenhuma gravadora quer que você ouça.” É nele que o novo documentário foca sua história. Bandas como:  Aranis (Bélgica), Guapo (Inglaterra), Hamster Theater (EUA), Magma (França), Miriodor (Canadá), Present (Bélgica), Ruins Alone (Japão), Sleepytime Gorilla Museum (EUA), Thinking Plague (EUA), Univers Zero (Bélgica), Yugen (Itália), Etron Fou Leloublan (França), Stormy Six (Itália), Samla Mammas Manna (Suécia) e Henry Cow (Inglaterra) são algumas das bandas que estarão presentes.

O projeto está sendo financiado através do já conhecido sistema ‘crowdfunding’ através do site Indie Go Go, e apesar de estar quase alcançando seu objetivo, ainda é possível participar e receber uma variedade de prêmios, dependendo do valor da colaboração, NESSE LINK.

Pra ajudar a divulgar o novo filme um trailer já está pronto:

Site
Facebook

Christian Vander: Baterista Do Magma Lança Tributo A John Coltrane


“Em 17 de Julho de 1967, o tempo parou. O grande saxofonista John Coltrane nos deixou.” Assim disse Christian Vander sobre o lendário saxofonista americano, antes de comentar sobre o seu mais novo lançamento John Coltrane L’homme Suprême (2011), um tributo ao músico.

O disco foi gravado no meio do ano entre os dias 17 de Julho (data da morte de John) e 21 de Julho (dia do funeral de John). Uma cerimônia musical na qual Christian e os músicos que o acompanham oferecem um tributo diário à John Coltrane, na meia noite do dia 21 o disco estava pronto!

Em John Coltrane L’homme Suprême (2011), o baterista e mentor do grupo francês Magma, contou com a participação de diversos músicos, já separados pelos dias de gravação e, consequentemente, as faixas que estão presentes no disco:

17 de Julho
1. A Toi John poem on Sonnerie n° 1 (Christian Vander)
Christian Vander: voz e teclados
Stella Vander: teclados e programação

2. Klameuhr (Christian Vander)
Christian Vander: voz, piano e teclados
Frédéric d’Oelsnitz: pianos
Stella Vander: voz e percussão
Isabelle Feuillebois: voz e percussão
Sylvie Fisichella: voz
Hervé Aknin: voz

18 de Julho
3. In A Dream (Frédéric d’Oelsnitz)
Frédéric d’Oelsnitz: piano
Philippe Dardelle: contrabaixo
Christian Vander: bateria

19 de Julho
4. Coltrane A L’instant (Pierre-Michel Sivadier)
Pierre-Michel Sivadier: pianos e voz
Stella Vander: voz e percussão
Isabelle Feuillebois: voz
Marcus Linon: voz

20 de Julho
5. Definitely (Simon Goubert)
Stella Vander: voz e percussão
Simon Goubert: piano e percussão
Frédéric d’Oelsnitz: Fender Rhodes
Philippe Dardelle: contrabaixo
Christian Vander: bateria
Stella Vander, Isabelle Feuillebois, Pierre-Michel Sivadier, Julien Tessier e Christian Vander: vozes

6. Booth Way (Philippe Dardelle)
Philippe Dardelle: contrabaixo

21 de Julho
7. Messe Pour John (Christian Vander)
Stella Vander, Isabelle Feuillebois, Sylvie Fisichella e Sandrine Destefanis : vozes

8. John Coltrane Sundia (Christian Vander)
Christian Vander: voz e piano
Stella Vander, Isabelle Feuillebois, Sylvie Fisichella, Sandrine Destefanis, Hervé Aknin e Marcus Linon: vozes
Simon Goubert: piano

9. The Day After
– Meditation (Christian Vander)
Christian Vander: voz, piano, teclados, bateria e sinos
Stella Vander: programação

– Lumiere Mon Amie poem on Sonnerie n° 1 (Christian Vander)
Christian Vander: voz e teclados
Stella Vander: programação

O disco já está disponível desde o dia 15 de Outubro em CD formato digipack com encarte de 24 páginas e foi lançado pelo selo de Christian o Seventh Records. Para comprar CLIQUE AQUI.

Abaixo o Christian Vander Quartet, projeto paralelo de jazz do baterista, apresentando a faixa ‘My Favorite Things’ de John Coltrane no ano passado.

Site
Facebook

Leia outras notícias sobre Christian Vander