Notícia: Novo Box Do Porcupine Tree Relança Discos Entre 91 e 93 Em Vinil


porcupine_tree_promo_shot

‘The Delerium Years 1991-1993’ é o nome do novo box em edição limitada do Porcupine Tree. O box inclui os dois primeiros discos de estúdio da banda, ‘On The Sunday Of Life’ (1992) e ‘Up The Downstair’ (1993), a compilação de lados B ‘Yellow Hedgerow Dreamscape’ (1994) e os mini-álbum ‘Staircase Infinities’ (1994) e os dois EPs ‘Voyage 34’ (1992). Tudo isso acondicionado em 9 LPs. Continue Lendo “Notícia: Novo Box Do Porcupine Tree Relança Discos Entre 91 e 93 Em Vinil”

Anúncios

Agenda: Lançamentos De Janeiro/2017


overlay-agenda-1015b990f3bc0f981173250f429a1c19Para te ajudar a ficar antenado no que está sendo lançado durante o mês o Progshine vai iniciar uma nova seção aqui no site chamada Agenda. Continue Lendo “Agenda: Lançamentos De Janeiro/2017”

Porcupine Tree: Box Ao Vivo Sai Em Novembro


A gravadora da banda inglesa Porcupine Tree, a Kscope Records, anunciou em seu podcast mais recente (que pode ser ouvido NESSE LINK, em inglês) que o Porcupine Tree apesar de estar parado sem nenhuma data de retorno, vai lançar um novo box ao vivo.

Octane Twisted (2012) é o nome do box que vem no formato que já está virando moda nos lançamentos recentes de Steven Wilson, 2 CDs/1 DVD. O lançamento está marcado para o dia 5 de Novembro.

Octane Twisted (2012) foi gravado em 2 de Maio de 2010 no Riviera Theater em Chicago nos EUA. O show fazia parte da Incident Tour, que levava oo disco The Incident (2009) aos palcos americanos.

Ainda não foram divulgados maiores detalhes, o Progshine volta a falar sobre o assunto assim que elas forem reveladas.

Site
Facebook
Twitter
Myspace

Leia outras notícias sobre o Porcupine Tree

Steven Wilson Lança Grace For Drowning Em Setembro


Steven Wilson, o homem por trás do Porcupine Tree, lança seu disco novo, Grace For Drowning (2011) no dia 26 de Setembro, pela Kscope Records.

Este é o segundo disco solo de Steven e segundo ele: “É o meu maior projeto até o momento.” Grace For Drowning (2011) é um disco duplo, o que confirma sua frase.

Ele continua: “Insurgentes (2009) foi um passo importante pra mim, algo novo. Esse novo disco começa desse ponto, mas é mais experimental e mais elétrico. Pra mim o período de ouro da música foi a segunda metade dos anos 60 e a primeira metade dos anos 70, quando o disco se tornou o produto principal de expressão artística, quando os músicos se libertaram das canções de 3 minutos e começaram a experimentar com o jazz e a música clássica, combinaram tudo com o espírito da psicodelia pra criar ‘jornadas sonoras’. Então, sem tentar soar retrô, meu disco novo é uma homenagem a esse espírito.”

“Tem de tudo nele, desde as trilhas sonoras de Ennio Morricone, baladas ao piano até músicas de 23 minutos inspiradas no jazz. Desta vez eu até usei músicos de jazz no disco, coisa que eu pensei em fazer enquanto remixava os discos do King Crimson.”
Grace For Drowning (2011) já pode ser encomendado através do hotsite criado, basta acessar ESSE LINK e também já é possível ouvir trechos das novas músicas AQUI.

Steven Wilson embarca em uma turnê pela Europa e EUA no final de Outubro pra divulgar Grace For Drowning (2011). As datas podem ser conferidas AQUI.

O disco, que é divido em dois volumes tem o seguinte tracklist:

Volume 1 – Deform To Form A Star:
1. Grace For Drowning – 2’00
2. Sectarian – 8’00
3. Deform To Form A Star – 8’00
4. No Part Of Me – 5’45
5. Postcard – 4’30
6. Raider Prelude – 2’30
7. Remainder The Black Dog – 9’15

Volume 2 – Like Dust I Have Cleared From My Eye:
1. Belle De Jour – 3’00
2. Index – 4’45
3. Track One – 4’15
4. Raider II – 23’15
5. Like Dust I Have Cleared From My Eye – 8’00

Um vídeo para a faixa ‘Track One’ já foi lançado e pode ser visto AQUI ou abaixo:

Site
Facebook

Leia outras notícias sobre Steven Wilson

Porcupine Tree Lança Novo Videoclipe


‘Bonnie The Cat’, este é o nome do novo videoclipe da banda inglesa de Rock Progressivo Porcupine Tree. A banda liderada pelo vocalista e guitarrista Steven Wilson lançou o vídeo através do site da gravadora da banda, a Roadrunner Records.

O videoclipe foi dirigido pelo diretor polonês Przemyslaw Vshebor e pode ser visto logo abaixo, ou através do SITE da Roadrunner.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

A música “Bonnie The Cat” é uma das faixas do mais recente trabalho de estúdio do grupo, The Incident (2009), lançado no ano passado.

Site
Myspace
Twitter
Fã Site Brasileiro

Leia outras notícias sobre o Porcupine Tree

Porcupine Tree Lança Álbum Ao Vivo E Reverte O Dinheiro Para O Câncer


A Burning Shed disponibilizou hoje o álbum Atlanta (2010) do Porcupine Tree para download. Esse álbum conta com uma performance ao vivo de duas horas na turnê do disco Fear Of A Blank Planet (2007).

Esse show foi gravado e mixado pela equipe do Porcupine Tree. Inicialmente, havia sido planejado para ser lançado como um álbum ao vivo, no mesmo estilo de Coma Divine (1997), mas no fim das contas a gravação do Atlanta (2010) acabou guardada. Em vez dela, filmara o mesmo repertório na Holanda, para um grande lançamento em DVD ao invés do álbum.

Agora o Porcupine Tree resolveu disponibilizar o álbum Atlanta (2010), completo, apenas para download em MP3 com o intuito de angariar fundos para o tratamento de câncer de Mick Karn (ex-baixista do Japan). Apesar do repertorio ser parecido com o do DVD Anesthetize (2010), a performance tem uma atmosfera única e também inclui a música “A Smart Kid” pela primeira vez lançada ao vivo.

Os MP3s são arquivos de alta qualidade em 320kbps. Caso você queira gravar o seu próprio CD duplo, não se assuste; há uma pausa entre as faixas 8 e 9. Carl Glover foi quem forneceu a arte do CD.

Todos os lucros da venda do download desse álbum irão diretamente para o apelo Mick Karn. Os lucros da Burning Shed irão para o Macmillan Cancer Support.

Faixas presentes em Atlanta (2010):
1. Fear Of A Blank Planet
2. What Happens Now?
3. Sound Of Muzak
4. Sentimental
5. Drown With Me
6. Anesthetize
7. Open Car
8. Dark Matter
9. Cheating The Polygraph
10. A Smart Kid
11. Blackest Eyes
12. Half-Light
13. Way Out Of Here
14. Sleep Together
15. Even Less
16. Halo

Clique AQUI para adquirir o mp3.

Site
Myspace
Twitter
Fonte

Leia outras notícias sobre o Porcupine Tree

Porcupine Tree Lança Disco Novo Em Setembro


O Porcupine Tree está com o seu décimo trabalho de estúdio pronto!

The Incident (2009)
será lançado no dia 21 de Setembro pela Roadrunner Records, e será duplo.

A peça central está no disco 1, uma suíte de 55 minutos dividos em 14 partes que é descrita pela banda como: “uma quase esperiência surreal sobre começos e fins, e aquele sentimento que depois disso as coisas nunca mais serão as mesmas.”

O álbum, que foi produzido pela própria banda, traz no disco 2 quatro faixas independentes que foram compostas durantes as sessões de garavação em Dezembro passado – ‘Flicker’, ‘Bonnie The Cat’, ‘Black Dahlia’ e ‘Remember Me Lover’ são os nomes das faixas.

O grupo, composto por Steven Wilson (vocal e guitarra), Gavin Harrison (bateria), Colin Edwin (baixo) e Richard Barbieri (teclados) também levou câmeras para o estúdio pra que assim os fãs pudessem ver um pouco de como a banda trabalha em estúdio.
O vídeo abaixo traz a banda gravando The Incident (2009) em clima de Making of.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

A idéia para o disco surgiu quando Steve Wilson estava preso num engarrafamento por culpa de um acidente de trânsito. “Havia uma placa dizendo ‘POLICE – INCIDENT’ (Polícia – Acidente), todo os carros diminuiram a velocidade e as pessoas olhavam pra fora pra saber o que tinha acontecido”, diz Wilson. “Depois disso, fiquei pensando que a palavra ‘acidente’ é mencionada quando algo muito destrutivo e traumático acontece na vida de alguém. E logo em seguida tive a sensação de que o espírito da pessoa que tinha morrido naquele acidente veio até o meu carro e se sentou do meu lado. Fiquei curioso em relação à essa palavra, então comecei a procurar outros ‘acidentes’ na mídia e nos jornais. Então escrevi sobre a fuga de garotas de um Culto Religioso no Texas, sobre uma família que aterrorizava seus vizinhos, sobre um corpo encontrado boiando num rio por pescadores, e alguns outros casos. Cada uma das canções foi escrita em primeira pessoa e tenta humanizar as notícias.”

Fora esses casos, Wilson foi atrás de seus próprios ‘acidentes’, aqueles que realmente o marcaram, como a perda de um amigo de infância, uma sessão espírita da qual participou, seu primeiro amor e do dia em que decidira largar seu emprego e seguir em frente com o sonho da música.

Wilson admite também que a experiência com seu primeiro disco solo, Insurgentes (2008), afetou a direção com que o novo álbum do Porcupine Tree tomou. “Possívelmente por ter gravado o meu disco completamente sozinho, este novo álbum seja mais sombrio e mais experimental.” argumenta Wilson. “Mas quando eu escrevo para o Porcupine Tree sei qual é o som que procuro.”

“No final das contas The Incident (2009) não é uma única suíte de 55 minutos, e sim uma série de canções completamente interligadas, porém cada parte com um evento diferente. Originalmente a idéia era de que o disco fosse um ciclo (como em The Wall do Pink Floyd, por exemplo), que sempre foi a base dos álbuns do grupo, começando da maneira mais simples possível. Quando eu comecei eu não tinha nenhuma idéia para as letras, mas quando comecei a compor cada uma das músicas acabou nascendo naturalmente como uma continuação da anterior. É um caso inédito para o Porcupine Tree já que em todos os discos anteriores as canções foram gravadas e só então decidíamos qual seria a ordem das faixas no disco.”

Para quem ficou curioso, abaixo as faixas que estão presentes na suíte de The Incident (2009):
The Incidente – 55’00
i Occam’s Razor – 1’55
ii The Blind House – 5’47
iii Great Expectations – 1’26
iv Kneel And Disconnect – 2’03
v Drawing The Line – 4’43
vi The Incident – 5’20
vii Your Unpleasant Family – 1’48
viii The Yellow Windows Of The Evening Train – 2’00
ix Time Flies – 11’40
x Degree Zero Of Liberty – 1’45
xi Octane Twisted – 5’03
xii The Séance – 2’39
xiii Circle Of Manias – 2’18
xiv I Drive The Hearse – 6’41

Site
Myspace
Twitter

Leia outras notícias sobre o Porcupine Tree