Entrevista: Pedro Baldanza (Som Nosso De Cada Dia)


Por Mairon Machado
Originalmente publicado na Consultoria Do Rock

Tive a honra e o prazer de conversar com um dos principais e maiores nomes da música nacional, Pedro Baldanza. Com uma simpatia inigualável, o eterno líder, fundador, baixista e vocalista do grupo Som Nosso de Cada Dia me recebeu em sua casa durante o feriado da última sexta-feira, 14 de abril, através de uma conversa online, na qual comentou sobre sua longa carreira (com mais de 1500 faixas gravadas e participações em incontáveis álbuns de inúmeros artistas), destacando seus momentos ao lado dos grupos Perfume Azul do Sol e Novos Baianos, bem como o trabalho junto de Ney Matogrosso, Elis Regina e o trio Sá, Rodrix & Guarabyra. Além disso, o cerne dessa inesquecível conversa foi o relançamento em CD da magnífica obra de estreia do Som Nosso de Cada Dia, Snegs, contando sobre o processo de masterização do mesmo e ainda, revelando as futuras possibilidades que as novas tecnologias estão propiciando para a Discografia do Som Nosso, que tomara venham a acontecer. Continue Lendo “Entrevista: Pedro Baldanza (Som Nosso De Cada Dia)”

Notícia: Disco Clássico Do Som Nosso De Cada Dia É Relançado Em CD


O grupo Som Nosso De Cada Dia já é lendário e seu disco de estreia ‘Snegs’ (1974) é aclamado como o clássico maior do Rock Progressivo Brasileiro. Continue Lendo “Notícia: Disco Clássico Do Som Nosso De Cada Dia É Relançado Em CD”

Notícia: Maiores Informações Sobre O Primeiro Festival Totem Prog


totem-prog-2017

Como já noticiado aqui no Progshine em Janeiro (leia AQUI), acontece em Março, nos dias 11 e 12, o primeiro Totem Prog Festival em São Paulo. Continue Lendo “Notícia: Maiores Informações Sobre O Primeiro Festival Totem Prog”

Notícia: Primeira Edição Do Festival Totem Prog Em São Paulo Será Em Março


totem-prog-festival-2017

Marquem em suas agendas, amantes do Prog, os dias 11 e 12 de Março. Estes serão os dias em que acontece o primeiro Totem Prog Festival na capital Paulista. Continue Lendo “Notícia: Primeira Edição Do Festival Totem Prog Em São Paulo Será Em Março”

Morre Aos 68 Anos, Manito


Uma triste notícia chegou ao Progshine hoje, faleceu ontem em São Paulo, aos 68 anos de idade, o músico Antônio Rosas Seixas, mais conhecido como Manito.

Manito foi saxofonista d’Os Incríveis, e fez história na Jovem Guarda nos anos 60 devido ao seu grande talento como instrumentista.

Pra nós aqui no Progshine, Manito será sempre lembrado como o tecladista/saxofonista de uma das maiores bandas de Rock Progressivo de nosso país, o Som Nosso De Cada Dia, cujo álbum de estreia Snegs (1974) é sem dúvida nenhuma o melhor disco lançado no Brasil nos anos 70 e que o Progshine já resenhou anteriormente (leia AQUI).

Manito tratava desde 2006 de um câncer na laringe, o que acabou afastando ele dos shows do seu grupo instrumental Saxomania devido ao duro tratamento de quimioterapia. Mas não o fez perder o grande reencontro do Som Nosso De Cada Dia dois anos atrás, em especial o show no CCSP na páscoa de 2009 em que o Progshine lá esteve, leia a matéria AQUI e veja um dos temas que a banda tocou logo abaixo:

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Manito, que também teve problemas hepáticos, havia passado por cirurgia em maio e estava em tratamento com radioterapia. Ele deixa cinco filhos e a esposa, Lucinha. O corpo do músico, será enterrado na tarde de hoje no Cemitério Horto Florestal, na zona norte de São Paulo, às 14 horas

Som Nosso De Cada Dia – Myspace

Leia outras notícias sobre o Som Nosso De Cada Dia

Páscoa Progressiva Em São Paulo Com Violeta De Outono E Som Nosso De Cada Dia


Por Diego Camargo

O final de semana prometia ser bom desde o momento em que fiquei sabendo que o CCSP iria ser a casa dos Concertos da Hammond que eu chamei convenientemente de ‘Páscoa Progressiva’.

No sábado, dia 11, cheguei bem cedo ao Centro Cultural São Paulo, situado na Rua Vergueiro nº 1000 (ao lado da estação Vergueiro do Metrô) na capital paulista. Os ingressos extremamente baratos (R$ 10,00) e a bela tarde/noite eram convidativas para o show do Violeta De Outono.

Ao entrar na sala Adoniram Barbosa, que pode até não ter o melhor som para um show de Rock Progressivo, mas que é confortável e muito atraente aos olhos com a possibilidade de vermos o show ‘do alto’ da sala, logo fui dar uma olhada na famosa ‘barraquinha de banda’, que todo show normalmente tem, e me deparo com os relançamentos dos primeiros dois discos do Violeta De Outono em FORMATO DIGIPACK pela Voiceprint, por bons R$ 20,00 voltei pra casa com uma cópia do primeiro disco da banda Violeta De Outono (1987), e posso afirmar que vale muito a pena, além de músicas extras no lançamento o trabalho em digipack ficou sensacional.

A banda entrou no palco pouco depois das 19:00 horas e o que vimos foram quase duas horas de viagens e interpretações belíssimas. A banda deu ênfase ao seu álbum mais recente, o ótimo Volume 7 (2007) e ao primeiro álbum Violeta De Outono (1987),  mas também estavam lá temas do segundo disco da banda Em Toda Parte (1989) bem como a já tradicional cover de ‘Tomorrow Never Knows’ dos Beatles e ‘See Emily Play’ da fase Syd Barret do Pink Floyd,  já que a banda faz shows especiais só com essa fase do Pink Floyd foi mais que natural voltarem para o Bis com essa música. A sala praticamente com sua lotação máxima aplaudia sem parar.

No final do show fui ao palco bater um papo com a banda, e obviamente como bom fã, autografar meu Volume 7 (2007) e o digipack do primeiro álbum que acabara de comprar. Fabio, muito cordial prometeu responder minha entrevista, que, em breve espero poder publicar aqui no site.

Saindo do CCSP foi hora de comer alguma coisa com os meus amigos e ficar com a sensação de uma ótima noite.

O domingo de Páscoa, dia 12, guardava uma apresentação especial, apesar de ter visto o Som Nosso De Cada Dia na Virada Cultural de 2008 em pleno Teatro Municipal num show mais que primoroso, estava ansioso pra rever a banda ao vivo.

Ao entrar na fila para a apresentação uma grata surpresa, Gabriel Costa, baixista do Violeta De Outono também estava esperando pela apresentação e batemos um agradável papo, Gabriel é um cara simpaticíssimo e na conversa também me explicou que o Violeta De Outono está compondo novo material e que provavelmente na segunda metade do ano que vem teremos um novo álbum da banda (assim espero).

E também para minha grata surpresa fui entrevistado para um vídeo institucional da Hammond, patrocinadora do evento, sobre a marca.

Haviam se passado cerca de dez minutos das 18:00 quando as luzes da sala Adoniram Barbosa se apagaram e o Som Nosso De Cada Dia pisou no palco, o grupo, cheio de carisma, arrancou elogiosos aplausos de todos os presentes, e apesar da baixa divulgação do evento a sala estava quase cheia.

A banda tocou seus já clássicos temas do primeiro álbum Snegs (1974) como ‘Bicho Do Mato’, ‘Som Nosso De Cada Dia’, “Snegs De Biufrais’ e também “O Guarani” presente no relançamento do álbum de 1994. Outro tema que marcou presença foi “Pra Swingar” presente no segundo álbum da banda Som Nosso (1977) (também conhecido como ‘Sábado/Domingo’).

Notei também que a banda tocou dois sons que eu não conhecia, e não estão presentes nesses dois discos, o primeiro som foi o de abertura, o qual gravei de maneira totalmente amadora, e pode ser conferido abaixo:

O segundo som que eu não conheço foi acústico, com Pedro Baldanza tocando ao violão um bonito tema.

No final do show, já com o tempo estourado, a banda voltou e para delírio da galera o Bis foi ‘Sinal Da Paranóia’ também do primeiro álbum Snegs (1974), que eu cantei a plenos pulmões.

Claro que não pude deixar de ir até o palco e conversar com o pessoal da banda, Manito, perdido entre tantas pessoas foi simpático, sempre com um sorriso no rosto. Já Pedro é a simpatia em pessoa, palavras doces e amáveis e um aperto de mão mais que sincero. Vou pra casa contente por ter meu velho Snegs (1974) em LP assinado por dois dos 3 membros fundadores da banda (infelizmente Pedrinho Batera não está mais entre nós).

Espero agora rever as duas bandas na Virada Cultural 2009, a programação sai oficialmente na quarta-feira, mas as duas bandas me passaram a informação em primeira mão!

E que venham mais e mais concertos patrocinados pela Hammond (que está de parabéns diga-se de passagem) como esses.

Violeta De Outono – Site
Som Nosso De Cada Dia – Myspace